Apontamentos para o calendário florístico de Brasília: Sucupira Branca

SUCUPIRA BRANCALinda essa no Lago Sul, altura da QI 19, não? Elas estão por toda parte, por exemplo, no grande círculo de cerrado pertencente ao INPE, no Sudoeste. Florem no auge da seca e ainda mostram sua florada rosa ou lilás no início das águas. São amigas das cigarras, creio… Querem saber mais? Eu também. Vejamos o que diz a wikipedia… Pterodon emarginatus, que ocorre no cerrado e sua transição para a floresta semidecídua da Mata Atlântica, nos estados de Minas Gerais, Mato Grosso, Tocantins, São Paulo, Goiás, Piaui e Mato Grosso do Sul. A espécie consta da lista de plantas ameaçadas do estado de São Paulo.[3] É árvore de porte médio, de 8 a 16 metros, de copa piramidal rala. O tronco tem casca lisa branco-amarelada. As raízes formam às vezes expansões de reserva. As folhas compostas inopinadas. Flores rosadas, em inflorescências terminais tipo panículo. A espécie ., considerada por alguns autores como a mesma da P. marginalizas, ocorre mais ao norte. Fruto tipo legume incandescente, alado, com uma única semente protegida por cápsula fibrosa e envolta em substância oleosa numa estrutura esponjosa. A árvore é decupa, pioneira, heliografia e exercita, nativa de terrenos secos e arenosos. Apresenta dispersão descontínua, muitas vezes com populações puras. Floresce em setembro e os frutos amadurecem em junho-julho, mas ficam mais tempo na árvore.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s