O dia em que conheci Brasília

Entoando nosso hino, o rataplã do arrebol, de cujas palavras ignorávamos o exato significado, nos arrancamos de BH em uma manhãzinha de abril de 1960. O caminhão Chevrolet tinia de novo (uma gíria da época) e levava nossa tropa, o Grupo Escoteiro do Colégio Estadual, para participar da inauguração de Brasília. Dentre nós, os mais…

DF tem 165 mil diabéticos!

Pesquisa mostra que o número de portadores da doença cresceu 22%, seguindo tendência nacional. Para especialistas, um dos principais fatores para incidência do mal é o sobrepeso Em seis anos, a incidência do diabetes no Distrito Federal aumentou 22%. No ano passado, 6,6% dos moradores da capital (165 mil pessoas) se declararam portadores da doença,…

Phantasilia e Belgladesh

(Nova fábula, com sabor antigo) Fui professor de Medicina por três décadas… Neste texto, escrito ainda na época de docente (da Universidade de Brasília), revelo alguns fantasmas que me assombravam… A aposentadoria também os aposentou de meus pesadelos. Mas certamente continuam presentes na vida de muitos professores e outras pessoas envolvidas com o ensino médico…

Onde foi que nossa cidade capotou…?

 Como conheci Brasília Entoando nosso hino, o “Rataplã do Arrebol”, de cujas palavras ignorávamos o exato significado, nos arrancamos de BH em uma manhãzinha de abril de 1960. O caminhão Chevrolet tinia de novo (uma gíria da época) e levava nossa tropa, o Grupo Escoteiro do Colégio Estadual, hoje “Milton Campos”, para participar da inauguração…

Atenção básica no DF

Neste trabalho, analisei alguns dados, disponíveis na web, que podem ser considerados expressivos e reveladores de tendências concretas em termos da evolução da atenção básica no DF, bem como na comparação com outras capitais. Em síntese, percebi que, acima de tudo, no contexto atual do DF, mas que também reflete o acontecido nas últimas décadas,…

Mais médicos… Mais? Do mesmo tipo?

O Brasil certamente precisa de “mais” médicos, mas também precisa de doutores bem qualificados, formados dentro de uma mentalidade diferente, na qual o compromisso social esteja acima – bem acima! – das injunções corporativas. Mas carece, também, de ações de governo mais conseqüentes, de agentes políticos mais responsáveis, de corporações mais sensíveis e menos agressivas…