O SUS: entre o sonhado, o real e o possível.

Primeiramente, torna-se preciso distinguir e qualificar a diferença entre o que foi sonhado generosamente, aliás, pelos formuladores da reforma sanitária dos anos 80; daquilo que foi concebido mediante associação dos mesmos com outros atores políticos na sequência, em ambiente marcado por alguns “pecados originais”; do ente efetivamente construído nas quase três duas décadas de existência…

Carta a um amigo que (ainda) acredita no SUS

Para início de conversa: o amigo em foco é Nelson Rodrigues dos Santos, o Nelsão, eminente sanitarista, herói das lutas democráticas e sanitárias no Brasil. “Ainda” não é usado aqui com alguma carga pejorativa, mas apenas para falar de um SUS que não é este que está aí, com se verá adiante. Amigo Nelsão, agradeço…

Saúde no DF: pior do que está, pode ficar…

A saúde no DF parece ser mesmo uma coisa sem jeito, daquelas que, entra ano sai ano, começa governo, termina governo, o que estava ruim consegue ficar pior mais ainda. Tenho chamado atenção para isso aqui no blog, conforme se pode ver pelos variados documentos, elaborados por mim ou por outras pessoas, além de notícias…

O SUS é fruto realmente dos “movimentos sociais”?

Jairnilson Paim é um cara bacana. Gosto muito dele. Foi membro de minha banca de doutorado, na Fiocruz e acredito que tenha sido o único que leu minha tese completamente. E ainda me ofereceu duas ou três paginas escritas de comentários pertinentes, deixando-me à vontade para incorporá-los, ou não, na versão final. E é claro…

Burra Lex, sed Lex?

FFoi bastante comentada nas chamadas redes sociais, nos últimos dias, a decisão da Justiça em liberar Suzane von Richthofen para o feriado do dia dos pais. Logo ela, a conhecida parrimatricida. Não entrarei no mérito da questão, a Justiça deve ter suas razões, certamente baseadas no princípio da isonomia de direitos. Ou seja, o que…

A filha de Xuxa e o signo da maternidade

Há 18 anos atrás, quando a apresentadora de TV Xuxa resolveu brindar a humanidade com uma filha, escrevi um texto na qual citava o portentoso evento, para o jornal Hoje em dia – Edição Brasília, com o qual colaborava então.Tantos anos se passaram e a criatura – leio nos jornais – acaba de entrar na…

Uma entrevista explosiva

Em 2006 dei uma entrevista para a Revista do CONASEMS, órgão que eu havia ajudado a fundar em 1988. O jornalista que me entrevistou considerou as minha declarações “explosivas”. Eu defendi, então, que os grandes inimigos do SUS estavam , na verdade, dentro do SUS. E acrescentei: “para os planos de saúde o SUS é…