O que fazer com aquele amigo que vota em Bolsonaro?

Em primeiro lugar, como dizia Vinicius de Moraes, “melhor não tê-los…” Mas uma vez tendo-os, o que fazer? Para esgotar logo a parte pior, como todo mundo abriga um pequeno bolsonaro dentro de si, começo por ele, usando ele contra ele mesmo. Vou conjugar e fazer valer (mentalmente…) aqueles verbos que fazem parte do vocabulário habitual do coisa-ruim, de seus filhos e demais asseclas: torturar, … Continuar lendo O que fazer com aquele amigo que vota em Bolsonaro?

Mensagem 2017

Aos amigos e leitores deste blog encaminho esta mensagem, coletada no grande Fernando Sabino. Dedico-a, especialmente,aos que estão envelhecendo (como eu…), para os que já envelheceram, para os que ainda vão envelhecer e, principalmente, para os que pensam que NUNCA irão envelhecer…  <<PARA encerrar o ano não há como não transcrever na íntegra esse poema (ou oração) que me caiu nas mãos, cuja origem se perde … Continuar lendo Mensagem 2017

1964

Naquele abril de 1964, em Belo Horizonte e em muitas outras cidades do país, as aulas foram paralisadas e as ruas tomadas por tanques e uniformes verde-oliva. Eu, por força de estar há quatro anos no Colégio Estadual “Central”, já estava comprometido radicalmente com o contrário daquilo tudo. Às vésperas do golpe, eu e dois amigos de ingênua militância havíamos recebido a incumbência, sabe-se lá … Continuar lendo 1964

Para inglês ver

Os que me acompanham aqui sabem que a maioria absoluta das coisas que divulgo são textos de minha autoria. Certos ou equivocados, são meus e por eles assumo total responsabilidade. Desta vez, entretanto, abro uma exceção para este primor de reflexão sobre a realidade atual do país, da lavra de meu grande – principal – amigo Mauro Márcio de Oliveira. Deleitem-se, leitores!     Para inglês … Continuar lendo Para inglês ver