Epitáfios perfeitos

CONYGrande Cony, que nos deixou nos primeiros dias de 2018 – ano que já começou mal… Entre suas grandes contribuições literárias está este hino ao pessimismo, “Se eu morrer amanhã”, do qual faço também palavras minhas, in totum. Eu faria dele meu epitáfio! Continuar lendo “Epitáfios perfeitos”