De controle, controlismo, controlite e controlose

GULLIVERO assunto de que trata o título deste post, baseado em artigo do advogado Bruno Dantas (*) recentemente publicado em O Globo (ver link ao final), o qual, entre outros atributos é Ministro do Tribunal de Contas da União, remete a algo que infelizmente é comum nas práticas de governo brasileiras. Como diz o autor, quem deveria regular e gerir a coisa pública em nosso país acaba evitando tomar decisões inovadoras e realmente eficazes, por medo de ter seus atos questionados e ir parar na cadeia. Ou ainda pior do que isso: protelar e deixar de decidir o que lhe é obrigação, por estar sempre aguardando um aval prévio dos egrégios Tribunais de Contas, o que configura um verdadeiro regime de terror e de confusão entre poderes, nada condizente com a verdadeira democracia. Continuar lendo “De controle, controlismo, controlite e controlose”