No Ministério da Saúde, o macaco toma conta de banana…

SAÚDE MENTALMilitantes da reforma psiquiátrica invadem sala do Ministério da Saúde sala para protestar contra a nomeação de um dono de clínica psiquiátrica para um posto onde deveria imperar uma ótica e uma ética totalmente contrárias a isso. Coisa de doido? Não! Coisa de um governo que, em nome da tal “governabilidade” entrega, a cada dia, pencas e pencas de bananas para que alguns símios as vigiem e amarra cachorros com saborosas linguiças.

E nem estou falando deste guarda de quintal de Eduardo Cunha, cujo nome nem me lembro, que agora toma conta da Saúde..

Imagino a fúria desses pobres militantes da Reforma Psiquiátrica… Desta vez eles têm razão, mas costumam chutar incríveis bola-fora. Não faz muitos anos execraram publicamente Ferreira Gullar, porque o poeta – corajosamente, aliás – declarou em um artigo de jornal que internara, sim, dois de seus filhos esquizofrênicos em um hospital especializado, porque eles representavam uma ameaça para si mesmos, para sua família e para a sociedade. Na mesma ocasião, mobilizaram um abaixo assinado nacional, desqualificando e agredindo um grupo de pesquisadores paulistas, que simplesmente buscava recursos oficiais para uma pesquisa destinada a investigar o cérebro de menores delinquentes contumazes, mediante as novas tecnologias de imagem. Lombrosianismo e eugenia nazista foi o mínimo que se ouviu na ocasião. Como se uma pesquisa dessa não pudesse servir, justamente, para desmentir e sepultar de vez as teorias do famigerado médico italiano do século XIX.

Deixa eu dizer, de uma vez, que também achei um absurdo a tal nomeação – mais uma, aliás, dos perpetrados contra a saúde no pública no Brasil, tão frequentes ultimamente. A demissão de Chioro não foi o primeiro desses desatino e pelo visto não será o último. E repito: desta vez os militantes estão certos, mas é bom estar precavido…

No chororó geral que se seguiu, em uma entrevista, já não sei de quem, seguramente de algum desses militantes mais descabelados, afirmou-se: “nem na gestão de Serra se viu algo assim”… É mole?

Não sou fã ardoroso de Serra nem do PSDB, mas não dá para ficar calado ao ouvir uma coisa assim.

Trabalhei no MS na época de Serra e posso dizer que ali não se viu algo semelhante. Como também não se viu pedir carteirinha de filiação partidária para exercer cargos ou mesmo meras tarefas de prestação de serviços no Ministério. Sob a égide petista é diferente.  Aliás, convivi com petistas, sem-partido, peessedebistas e outros menos identificáveis, sem maior restrição a quem quer que fosse. A política de Saúde Mental era tocada por gente séria, não por proprietários de manicômios. O que se exigia era competência, como deve ser.

Nessa época pegaram, é certo, uns caras aprontando falcatruas em licitações. Mas nisso, o jogo fica empatado, haja vista a chuva de dinheiro que um desses lavados-a-jato deixou cair sobre Recife na última semana. E sujeito da vez era de total confiança de Humberto Costa, ministro de Lula, sendo também um dos gestores principais do Ministério da Saúde, articulador maior até mesmo do Programa Mais Médicos.

Não tenho qualquer pudor em afirmar que Serra foi um dos melhores ministros que já passaram pelo Bloco G da Esplanada. E não é só por comparação com os que vieram depois, salvo honrosas exceções, como Temporão e Agenor. Era ousado, embora personalista; queria ser presidente da República e moveu mundos e fundos para isso, para o bem e para o mal, mas quem não o faz quando o poder está em jogo? Padilha, compareça! Serra entendia a hora de fazer acontecer. As políticas de genéricos, de saúde da família, de AIDS, além de outras, devem muito a ele. Ao contrário do que diz a militância, não foi o PT que as inventaram… Serra sabia, além do mais, se rodear de secretários nacionais e assessores em geral do melhor calibre. Quando nada, inaugurou a era em que para ser Ministro da Saúde não precisava mais ser médico; às vezes, muito antes pelo contrário…

Militantes, atenham-se ao que interessa – a macaquice  na saúde mental é apenas obra dessa presidente desastrada que vocês aplaudiram com tanta ênfase na última Conferência Nacional de Saúde. Deixem quem está quieto, quieto. Katia Abreu já se ocupou de Serra… Que tal parar de analisar as coisas através de mirada vesga? Que tal não separar o mundo em partes e tomar a única enxergada no seu restrito cenário, pelo todo? Que tal parar de pensar que o inimigo do meu amigo é também meu inimigo? Que tal pensar com mais cautela e bom senso?

O Brasil agradece! .A vida na sociedade democrática  também.

Mas insisto: dessa vez e neste caso específico, vocês estão certos. Quem está errado é este governo.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s