Infeliz do povo que precisa de (tais) heróis…

Confesso que meu interesse pelo futebol é puramente estético (ou, talvez, sociológico, à falta de outra palavra). Mas esta copa anda me ensejando algumas reflexões, que compartilho com os também interessados no ludopédio, que poderia ser rebatizado como “lucrobol”, depois da última temporada… Começo (e já termino) com Brecht. Infeliz do povo que precisa de heróis – e completo: infeliz do povo que precisa de … Continuar lendo Infeliz do povo que precisa de (tais) heróis…

Faltou Neymar? Sobrou Weimar…

Sim, sou daqueles que realmente não entendem de futebol. Pra falar a verdade, não consigo nem perceber se houve ou não impedimento. Quando a bola atravessa aquela linha branca, sei que é gol. E isso me basta. Mas aprecio o espetáculo do futebol, isso sim. Passes bens colocados, dribles dignos de um salão de dança, cabeceadas feitas em estado de levitação, correrias que culminam em … Continuar lendo Faltou Neymar? Sobrou Weimar…