Like a bird on the wire…

Eu tive a chance de assisti-lo em Lisboa, em 2012. Um homem magro, discreto, vestido com elegância, terno Armani e chapéu cinzento de aba curta. Um show de três longas horas, inesquecíveis; um cantor de quase 80 anos no palco, esbanjando energia, apesar da voz pausada e rouca. Tinha tudo para não ser popstar, mas era – mesmo que não o quisesse. Reverenciado por onde … Continuar lendo Like a bird on the wire…