Anotações sobre o calendário florístico de Brasília: canafístula

CANAFISTULAPeltophorum dubium. Esta está por toda parte em dezembro e janeiro, com destaque especial para a L2 Norte e Sul, porções finais e também W3 Sul. Sinonímia variada: também conhecida como farinha seca, faveira, ibirapuitã, sobrasil, tamborim bravo, guarucaia. Assim nos ensina o mestre Harri Lorenzi. Ele é da floresta, não do cerrado, mas se deu muito bem por aqui.O nome canafístula é dado a pelo menos três ou quatro espécies diferentes. A confusão semântica é compensada pela sua beleza, pintando exageradamente de amarelo as copas e mesmo o chão junto delas. É a flor daqueles que considero  os melhores meses em Basília, correspondendo ao início e consolidação da estação chuvosa, que é tão ansiosamente esperada por aqui. Viva ela! (A foto eu capturei de frente ao Mosteiro de São Bento, no Lago Sul)

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s