Incêndio nos Veadeiros: até quando?

Eu, como ocupante do Sítio Macaúbas do Moinho, fiquei aliviado de não ter sido atingido pelo fogo recente, que destruiu quase a terça parte do Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros, entre outubro e novembro de 2017. As chamas passaram relativamente longe do nosso Povoado do Moinho, com exceção de uma pequena parte da estrada que liga a comunidade à cidade de Alto Paraiso. Mas ao mesmo tempo é grande a consternação com a destruição que tal desastre causou, principalmente para a fauna e a flora, mas também para as pessoas que possuem propriedades e pousadas na área, inclusive aqueles que, já foram desapropriados por decreto, mas não foram indenizados até agora – me nem sabem quando o serão. Criminoso ou acidental? Ao que tudo indica, a primeira hipótese tem mais força. Pelo menos, as declarações das autoridades do Parque Nacional vão em tal sentido. Mas certamente há coisas a esclarecer. Por exemplo, é bom lembrar que a falta, seja de verbas, de equipamentos ou de pessoal; a omissão no cumprimento das rotinas de manejo florestal, a irresponsabilidade no trato diário da coisa pública, também podem ter contribuído – e muito – pra que tal tragédia ocorresse. E isso tudo configuram ações criminosas também, que percorrem a cadeia de mando de alto a baixo, seja ele técnico ou político, do último guarda florestal ao Ministro do Meio Ambiente e o Presidente da República. Felizmente as chuvas voltaram e o cerrado, gloriosamente, rebrota por todo lado, mesmo onde foi calcinado nas últimas semanas. Se o nosso velho e bom Cerrado pudesse falar, certamente nos diria: ATÉ QUANDO?   

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s